As pessoas ainda usam cartões de visita? 

Os cartões de visita sempre tiveram presença marcante em reuniões, seminários, congressos e outros eventos profissionais. Trocar cartões de visita significava não apenas informar os dados para contato, mas fazer um convite para novos negócios.

Hoje em dia, entretanto, muitas pessoas argumentam que a pandemia desestimulou o contato e que os cartões de visita se tornaram uma formalidade desnecessária. Será? Neste artigo, vamos falar sobre os cartões de visita e se eles ainda devem ser usados nessas ocasiões. Acompanhe!

Como surgiram os cartões de visita?

Acredita-se que os primeiros cartões surgiram na França, por volta do século XVII, sem a finalidade de representar algo ou alguém, mas como uma espécie de compromisso. 

Naquela época, para garantir o pagamento das dívidas dos jogos de cartas, os apostadores firmavam suas promessas em um cartão com as suas assinaturas, como uma espécie de nota promissória

Mais tarde, esses cartões passaram a ser usados como uma forma de saudação, para anunciar a visita de aristocratas, pessoas da alta sociedade ou proprietários de terras. Nesse momento, os cartões de visita assumiram o caráter formal e passaram a ser associados a pessoas que pertenciam a uma elite econômica. 

No século XIX, os cartões de visita se popularizaram, tornando-se obrigatórios para as pessoas pertencentes aos círculos da classe média. Algumas casas até possuíam bandejas de cartões, ornamentadas e construídas especialmente para que os visitantes pudessem deixar seus cartões ao serem recebidos.

E hoje em dia, as pessoas ainda usam cartões de visita?

Tudo bem que antigamente os cartões de visita eram usados com formalidade e que depois trocar cartões virou uma prática no mundo dos negócios. Mas atualmente, com a pandemia e com tantos recursos tecnológicos, essa prática se tornou desnecessária, certo? 

Muito pelo contrário! Com o fim da emergência de saúde pública, os encontros presenciais voltaram, com diversos eventos empresariais ocorrendo em todo o mundo. 

Por isso, apesar das alternativas tecnológicas, negligenciar o cartão de visita é um erro. Ainda hoje, o cartão é um item importante que ajuda a estabelecer um contato mais próximo com outro profissional e viabiliza novos contatos. 

É bastante desagradável receber um cartão de visita e retribuir com desculpas como a de que os seus acabaram. Essa situação demonstra falta de profissionalismo e de preparo para o evento. 

Entretanto, é preciso escolher com cuidado as pessoas a quem se entrega o cartão de visita. Assim como não damos o nosso número de celular a quem não queremos que nos ligue, não devemos entregar o cartão de visita às pessoas com quem não temos interesse em estabelecer futuros contatos. 

Porém, se recebermos um cartão de visita devemos retribuir da mesma forma. Ao receber o cartão, é um gesto de educação ler as informações e memorizar o nome da pessoa. 

Se qualquer um dos seus dados pessoais mudar, os cartões antigos devem ser descartados. Qual a sensação de receber um cartão rabiscado ou rasurado? Então. 

Como escolher os cartões de visita?

Agora que já sabemos que os cartões de visita continuam sendo importantes nas relações profissionais, devemos escolher esse item com cuidado.

Assim como os outros materiais impressos, os cartões também são instrumentos de promoção de um profissional ou de uma empresa. Por isso, é preciso saber escolher o modelo mais adequado para transmitir a imagem desejada.

Os profissionais de design levam em consideração aspectos como o tipo de papel, estudo de cores, a logo da empresa, as fontes e, claro, o orçamento do cliente. Vamos entender melhor: 

Tipos de papel

Os aspectos mais importantes na escolha do papel para cartões de visita são a gramatura e a laminação. A gramatura representa o peso do papel em relação ao seu tamanho, ou seja, o seu peso do metro quadrado. 

Por exemplo, uma gramatura de 200g/m2 significa que cada metro quadrado de papel tem 200 gramas. Isso significa que quanto maior a gramatura do papel, melhor a sua qualidade.

Já a laminação é uma espécie de aplicação plástica sobre o papel, que pode ter efeito fosco ou brilhante. 

Logo da empresa

A logomarca da empresa é algo que não pode ser alterado. Entretanto, o design pode orientar sobre o seu posicionamento e espaço que vai ocupar no cartão.

Fontes

As fontes podem transmitir diferentes mensagens. Algumas são mais divertidas, outras mais sóbrias, umas são mais legíveis e outras podem causar certa confusão. 

O Governo Federal, por exemplo, possui fontes padronizadas para apresentação de elementos textuais, levando em consideração a experiência do usuário, a eficiência e clareza, bem como a acessibilidade. 

As fontes que não possuem linhas decorativas, ou “serifas”, no final de cada traço transmitem simplicidade e modernidade, pois têm menos variação de largura de linha. Justamente por isso funcionam bem para cabeçalhos pois são fáceis de ler.

Já as fontes com “serifas” tem origem nas tipografias mais antigas, com traços mais cursivos. Algumas delas preservam a imagem de tradição, enquanto outras têm aspecto mais divertido e menos formal. 

Orçamento

Antes de definir o quanto se pretende gastar com os cartões de visita é importante compreender que eles vão transmitir a imagem da empresa e do profissional que os entrega. 

Cartões de visita mais baratos têm menos impacto no orçamento mas, em determinados ambientes, podem ser mal vistos. Por isso, é importante gastar um pouco mais e investir em um produto profissional.

Conheça as soluções da Avante Printer

Como vimos, os cartões de visita têm sido uma ferramenta essencial no estreitamento das relações empresariais. Eles ajudam a criar uma imagem profissional, transmitindo confiança e credibilidade.

Porém, para que os cartões de visita cumpram a sua função de permitir novos contatos, é preciso que eles tenham um formato profissional, pensado para transmitir a mensagem desejada e com qualidade de impressão.

O outsourcing B2B da Avante Printer inclui manutenção preventiva e corretiva de impressoras, serviço de colorimetria e instalação de equipamentos. 

Também comercializamos tintas e peças para impressoras, com o objetivo de proporcionar à sua empresa os recursos necessários para prestar os melhores serviços de impressão. Quer conhecer melhor nossos serviços? Então entre em contato conosco!

×